O vigor da semente é definido de acordo com todas as características que garantem, nas condições do campo, uma germinação rápida uniforme de plantas sadias, mesmo que as condições ambientais não estejam favoráveis. O vigor não é potencial germinativo, ele representa as propriedades fisiológicas da semente que são demonstradas no teste de germinação.

  • As principais características sobre o vigor das sementes, são:
  • Capacidade de emergir em solos compactados, com infestações de doenças, e em condições frias e úmidas;
  • Uma emergência e desenvolvimento no campo uniforme, quando a germinação das sementes não são uniformes, significa que elas apresentam baixo vigor;
  • Velocidade de germinação e emergência no solo.

As sementes de baixo vigor, quando expostas em condições ambientais desfavoráveis, não possuem capacidade de estabelecer as plantas no campo, é neste caso que ocorre a desuniformidade da lavoura.

Como o vigor influencia na produtividade?

O vigor da semente tem um papel importante na produtividade das plantas, isso porque, quando a planta estabelece de maneira uniforme e rápida, consequentemente serão plantas com um alto desempenho e proporcionarão uma produtividade elevada no final da safra. Além disso, plantas que possuem um alto vigor, normalmente, são mais eficientes no aproveitamento dos recursos oferecidos pelo ambiente e superam de maneira satisfatória as condições estressantes que podem surgir.

Condições que podem
afetar o vigor da semente

Por mais que o vigor seja uma característica nata
da semente, existe algumas circunstâncias que podem
prejudicar ou contribuir para o seu desempenho,
entre eles:

Variedade da cultivar

Maturidade da semente: é um fator determinado quando está colhendo as sementes, quando elas são colhidas totalmente maduras, apresentam um completo desenvolvimento fisiológico e físico, e esse é um ponto positivo para a planta que irá se desenvolver, pois permitirá que ela expresse um alto desempenho. Já quando as sementes são colhidas quando ainda não estão completamente desenvolvidas apresentaram plantas de baixo vigor.

Fertilidade do solo

Tamanho da semente: sementes com tamanhos maiores e mais pesadas possuem um maior potencial para um bom desenvolvimento das plantas, quando comparadas com sementes leves;

Dano mecânico: sementes danificadas podem apresentar uma germinação mais lenta do que as sementes não danificadas, além de desempenho reduzido, maturação tardia e menor rendimento de produção;

Idade do semente: sementes envelhecidas possuem vigor e potencial de desempenho;

Baixas temperaturas: podem causar injúrias nas sementes que estão no período inicial de germinação;

Muitas são as condições que podem afetar de maneira negativa as sementes, mas vale ressaltar que as sementes de alto vigor, diante condições como estas, respondem melhor o período desfavorável, já as sementes de baixo vigor, apresentarão nas plantas os resultados das condições desfavoráveis.

Qual a importância de utilizar sementes de alto vigor?

As sementes que possuem um alto vigor proporcionam uma melhor germinação, então favorecem a expressão do máximo potencial produtivo daquela planta, além disso, elas também garantem um desenvolvimento mais rápido, até mesmo em condições de stress relacionadas ao clima, fungos, pragas e doenças, muito comuns nas lavouras.

Vantagens da utilização de sementes de alto vigor na lavoura:

  • Melhor germinação e emergência;
  • Emergência mais cedo significa melhor aproveitamento de água, luz e de nutrientes;
  • A fotossíntese inicia se mais cedo e de maneira mais eficiente;
  • População apropriada e vigorosa;
  • Sistema radicular mais profundo e agressivo;
  • Raízes profundas que buscam água e nutrientes com eficiência, amenizando as consequências de estresse hídrico;
  • Maior produção;
  • Elevado rendimento dos grãos.

bg_image_animation=”none”]

Leave a Reply