Tipo de solos Brasileiros

Tema Websérie: Neossolo

Neossolo, do grego NÉOS, que significa NOVO, o termo foi utilizado para essa classe de solos que são ditos “pouco evoluídos” ou “jovens”. Uma referência ao baixo desenvolvimento destes solos que ou são pouco profundos, ou constituídos de areias quartzosas, ou de camadas distintas herdadas dos materiais de origem. É o terceiro tipo de solo mais abundante, ocupando cerca de 15% do território brasileiro.

Figura 1: Mapa representa a distribuição geográfica dos solos do Brasil, de acordo com o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Embrapa.
imagem mapa neossolo no Brasil

Os Neossolos são rasos, com cerca de 20 cm de espessura. “Apresentam predomínio de características herdadas do material originário, o qual confere grande variabilidade entre as subordens.

Os Neossolos se subdividem em níveis de classificação mais baixos em Neossolos Litólicos (horizonte superficial diretamente sobre rocha sã ou semidecomposta, ou horizonte C ou Cr); Regolíticos (solos com material superficial assente sobre rocha ou horizonte C ou Cr a mais de 50 cm de profundidade, com ocorrência de minerais primários); Flúvicos (derivados de sedimentos aluviais) e Quartzarênicos (solos arenosos, de textura areia ou areia franca)” (EMBRAPA).

Nas áreas mais planas, os neossolos podem ser agricultáveis, requerendo, muitas vezes, correção da acidez e diminuição dos teores tóxicos por alumínio, além de uma adubação adequada calculada com base no resultado das análises de solo.

Foto: Maria de Lourdes Mendonça Santos. Lagoa Formosa-MG. Produtos da decomposição de Tufitos. Embrapa.
imagem perfil neossolo - 1
Foto: Humberto Gonçalves dos Santos Neossolo Quartzarênico Órtico típico. Fonte: Acervo da Embrapa Solos. Embrapa.
imagem perfil neossolo - 2

Na Solum somos especialistas em análises agronômicas

Fale agora mesmo com nossos consultores.

Consultoria on-line

Leave a Reply