Análises Agronômicas

Fertilidade do Solo e produtividade

By 19 de julho de 2019 abril 22nd, 2020 No Comments

Fertilidade do solo: conceitos básicos para alcançar o máximo em produtividade

Para que maiores produtividades possam ser atingidas, um importante ponto a se considerar é a eficiência na aplicação de corretivos e fertilizantes no solo e, para que isso se torne possível, deve-se levar em conta fatores como: as necessidades nutricionais da cultura, a marcha de absorção de nutrientes, fertilidade atual do solo, histórico da área e produtividade desejada. Portanto, a determinação da fertilidade atual do solo é de fundamental importância, tendo influência na qualidade de todo o processo produtivo.

Neste ponto, a principal ferramenta utilizada para avaliar a fertilidade do solo são as análises físico-químicas do mesmo, sendo o método mais rápido, preciso, seguro e de menor custo, servindo de base para o uso racional de corretivos e fertilizantes.

Partindo do pressuposto que a análise de solo é o ponto inicial para o desenvolvimento de uma agricultura produtiva e de qualidade, não se deve deixar de avaliar os demais fatores pelos quais essa atividade deve passar. O momento da implantação da cultura no campo também necessita de uma atenção especial voltada, dentre vários fatores, à qualidade dos corretivos e fertilizantes, sejam eles minerais ou orgânicos, e também à qualidade das sementes utilizadas neste processo.

Fertilizantes e corretivos de baixa qualidade ou que não atendem às necessidades nutricionais da cultura, certamente acarretarão em resultados de produtividade abaixo do esperado, pois não irão suprir a quantidade necessária de nutrientes que a planta precisará durante o seu ciclo de vida.

O solo precisa estar sempre em observação para manter a fertilidade e alcançar a máxima produtividade. A seguir vamos ver alguns pontos importantes para manter o solo sempre saudável.

Análise textural/granulométrica de solos

A granulometria do solo vem a ser a distribuição de suas partículas constituintes, de natureza inorgânica ou mineral, em classes de tamanho.  As classes de tamanho das partículas inorgânicas são também chamadas de frações granulométricas.

Já a textura do solo se refere à proporção relativa das classes de tamanho de partículas de um solo. Cada classe de tamanho (areia, silte e argila) pode conter partículas de mesma classe mineral.

Determinação das frações de Areia, Silte e Argila.

  • Fração Areia (maiores partículas);
  • Fração Silte ou Limo (partículas de tamanho intermediário);
  • Fração Argila (menores partículas).

Análises químicas de solo;

Análise química do solo é a forma de conhecer a dinâmica de nutrientes do mesmo. A maior parte dos solos brasileiros não apresentam condições químicas naturais adequadas para sustentar um bom desenvolvimento das culturas. Além disso, mesmo se o solo possuir grande fertilidade, com o tempo as sucessivas culturas vão exauri-lo, ou seja, diminuir muito as quantidades de nutrientes.

Dessa forma, os produtores precisam melhorar o grau de fertilidade dos solos a fim de se obter sucesso em suas lavouras. Para isso, é preciso conhecer as quantidades de nutrientes para reposição, além de melhorar as condições de solo com calagem, gessagem e fosfatagem quando necessário. E é somente com as análises química e física do solo que você vai saber disso.

Perfil de Solo: numa perspectiva em 3 dimensões

Metodologias mais usadas no meio agronômico, e usadas pela Solum Lab.

Metodologia IAC (Instituto Agronômico de Campinas)

Fósforo Resina (P), Matéria Orgânica (M. O.), pH (Cacl2 e SMP), Potássio (K), Cálcio (Ca), Magnésio (Mg), Enxofre (S), Boro (B), Cobre (Cu), Ferro (Fe), Zinco (Zn), Manganês (Mn), Sódio (Na), Alumínio Trocável (Al3+), Carbono Orgânico Total (COT), Hidrogênio (H+), H + Al3+, Capacidade De Troca Catiônica (CTC), Soma de Bases (SB), Saturação Por Bases (V%), K na CTC, Ca na CTC, Mg na CTC, Na na CTC, Al na CTC, H na CTC, Porcentagem de Saturação por Al (m%), Relação Ca/K, Ca/Mg e Mg/K.

Metodologia EMBRAPA

Fósforo Mehlich (P), Matéria Orgânica (M. O.), pH (água, CaCl2 e SMP), Potássio Mehlich(K), Cálcio (Ca), Magnésio (Mg), Enxofre (S), Boro (B), Cobre (Cu), Ferro (Fe), Zinco (Zn), Manganês (Mn), Sódio (Na), Alumínio Trocável (Al3+), Carbono Orgânico Total (COT), Hidrogênio (H+), H + Al3+, Capacidade De Troca Catiônica (CTC), Soma de Bases (SB), Saturação Por Bases (V%), K na CTC, Ca na CTC, Mg na CTC, Na na CTC, Al na CTC, H na CTC, Porcentagem de Saturação por Al (m%), Relação Ca/K, Ca/Mg e Mg/K.

Na Solum somos especialistas em análises agronômicas

Fale agora mesmo com nossos consultores.

Consultoria on-line

Leave a Reply