Dia 05 de setembro, dia da Amazônia

Especialmente neste ano, quando a Amazônia transformou-se em notícia negativa em nível mundial em função das queimadas, o dia 05 de setembro ganha um sentido de maior relevância para todos os brasileiros.

Principalmente para o setor agrícola, o posicionamento deve ser claro e contundente: somos Amazônia. A consciência da preservação e da ocupação racional é consenso, principalmente por todas as empresas que trabalham em busca de mais produtividade e eficiência em agricultura de precisão.

O movimento em prol da Amazônia para empresas como a Solum ganha forma à medida que combatemos as “Fakes News” e disponibilizamos informações com procedência confiável relacionadas às boas práticas ambientais e agrícolas.

A maior floresta tropical do planeta, sem sombra de dúvidas, é uma das maiores riquezas da humanidade e merece todo o nosso apreço e zelo. Esse bioma, que possui 4,196.943 milhões de km2 de floresta e abrange nove países (Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela), apresenta 26% da sua área protegida em território brasileiro. Infelizmente, a maior parte da população ignoram essa proteção e ficam aturdidas por desinformações.

O desafio é justamente conciliar a preservação com a exploração consciente. O dia 5 de setembro tem essa função: alertar e homenagear a criação da Província do Amazonas por D. Pedro II, em 1850.

A preservação da importante fonte de biodiversidade é o foco. O cuidado é não inverter os valores e confundir destruição com atividades agrícolas sustentáveis.

Manifestamos neste artigo o apoio a todas iniciativas de enfrentamento da extração ilegal de madeira, a criação de grandes hidrelétricas e a mineração ausente de regulamentação.

Apesar dessas atividades serem importantes para a economia brasileira, devemos lembrar que a exploração desenfreada pode destruir o bioma e causar sérias consequências para o planeta. Isso se deve ao fato de que a Amazônia possui um papel fundamental no equilíbrio ambiental da Terra e uma influência direta sobre o regime de chuvas de toda a América Latina.

Na Solum somos especialistas em análises agronômicas

Fale agora mesmo com nossos consultores.

Consultoria on-line

Leave a Reply